Laser em Dermatologia

Laser em Dermatologia

Os aparelhos de LASER têm sido cada vez mais utilizados em Dermatologia, tanto para indicações em doenças de pele quanto em tratamentos estéticos. A indicação do tipo de LASER a ser usado dependerá de avaliação criteriosa do profissional que acompanha o paciente e a este devem ser informados os benefícios e os riscos do tratamento. Veja a seguir as principais indicações do uso do LASER em Dermatologia:

LASER EM LESÕES PIGMENTADAS
O LASER pode ser utilizado na remoção de pigmentos exógenos (p.ex: tintas de tatuagem) e na remoção da melanina que é o pigmento acastanhado que dá cor à pele e que em algumas situações podem originar manchas na pele (p.ex: manchas solares). Assim, as lesões pigmentadas que podem ser tratadas com o LASER são divididas em:

*PIGMENTAÇÕES EXÓGENAS:
tatuagens amadoras e profissionais
maquiagem definitiva
tatuagens traumáticas (p.ex: impregnação de asfalto após um acidente)

*PIGMENTAÇÕES ENDÓGENAS
efélides (“sardas”)
melanoses solares (“manchas de sol”)
Nevo de Ota
hiperpigmentação pós-inflamatória
A luz do LASER, sem lesar a pele, irá atingir diretamente o pigmento, promovendo sua quebra e absorção pelo organismo. Deve-se escolher um aparelho de LASER que tenha comprimento de onda específico para a cor do pigmento a ser destruído.
Assim, diversos aparelhos podem ser usados:

pulsed dye (510 nm)
vapor de cobre (511 nm)
Krypton (520-530 nm)
KTP (532 nm)
Nd-YAG freqüência dobrada (532 nm)
Ruby (694 nm)
Alexandrite (755 nm)
Nd-YAG (1064 nm)

LASER EM LESÕES VASCULARES
O LASER é uma excelente indicação no tratamento de lesões vasculares, tais como:

hemangiomas
telangectasias (dilatações vasculares)
granuloma piogênico (tumor benigno de provável origem vascular)
rosácea
estrias recentes (vermelhas)
Os aparelhos indicados são:

Nd-YAG freqüência dobrada (532 nm)
KTP (532 nm)
Krypton (568 nm)
Argon-pumped tunable dye (577 nm)
Vapor de cobre (578 nm)
Flashlamp-pulsed dye (585 nm)
Long pulsed dye (585, 590, 595, 600 nm)
Alexandrite (755 nm)
Diodo (880, 810, 930 nm)
Nd-YAG (1064 nm)
Luz ultra pulsada (515 a 1200 nm)

LASER EM CIRURGIA DERMATOLÓGICA
O LASER pode ser usado na retirada de tumores benignos da pele, tais como:

verrugas virais
queratoses seborreicas
xantelasmas (depósitos de gordura nas pálpebras)
cicatrizes
quelóides
Também é usado em blefaroplastia e para transplante de cabelo.
Os aparelhos utilizados são:

CO2 ultrapulsado
pulsed dye (510 nm)
flashlamp pumped dye (585 nm)

LASER PARA EPILAÇÃO (REMOÇÃO DE PÊLOS)
O uso dos LASERs para a remoção de pêlos é alternativa bastante eficaz, promovendo uma epilação de longo prazo, embora nem sempre definitiva. A cada sessão os pêlos tornam-se mais finos e crescem mais lentamente. A luz do LASER age também melhorando os processos inflamatórios (foliculites) e os pêlos encravados. As aplicações de LASER são menos dolorosas que as de eletrólise e há também menor risco de cicatrizes inestéticas.
Os melhores resultados são obtidos em pacientes com pele clara e pêlos escuros, no entanto tem-se desenvolvido novos aparelhos os quais permitem o tratamento de pacientes com pele morena e/ou pêlos loiros.
Os aparelhos utilizados são:

Ruby (694 nm)
Alexandrite (755 nm)
Diodo (800, 810, 930 nm)
Nd-YAG (1064 nm)
Luz ultra pulsada (515 a 1200 nm)

“RESURFACING” (“PEELING” A LASER)
Os LASERs utilizados no tratamento do envelhecimento cutâneo e de cicatrizes de acne agem de maneira diferente, promovendo destruição das camadas superficiais da pele, melhorando a textura e o relevo da pele. Com os LASERs pode-se corrigir cicatrizes de acne, realizar blefaroplastia e tratar o fotoenvelhecimento diminuindo rugas e sulcos.
O “resurfacing” pode ainda ser associado a técnicas de preenchimento de sulcos bem como a aplicação de toxina botulínica para diminuição de rugas.
Os aparelhos indicados são:

CO2 ultrapulsado
Erbium

Para saber sobre outros tratamentos dermatológicos clique nas palavras abaixo: 

Peeling 

Laser 

Botox

 Esclerose de Varizes

 Preenchimento

 Radiofrequeência – Accent

12 Respostas para “Laser em Dermatologia

  1. Ola dra,euvou fazer uma depilação a laser com o aparelho dermotrat luz pulsada plana e depois que marquei ouvi dizer que ele so afina os pelos e não e muito bom,o que vc acha disso e desse aparelho,as depilações não são tão eficazes como falam?

  2. Dra. Paula…..gostaria de fazer esclerose a laser nas pernas….é eficaz??….quantas sessões são necessárias e qual o valor….já fiz com agulha e sofri demais…gostaria q respondesse às minhas dúvidas….obrigada

  3. estou fazendo depilação a luz pulsada na axila no não + pelo, porem minha filha tem um ano e mama durante a tarde para dormir e a noite tem algum problema.

  4. Dra. Paula!
    Olá, meu nome é Vanessa e tenho um hemangioma na face direita. Ele cobre a maior parte da face saindo do couro cabeludo, passa pela testa, fonte, olho, nariz, lábio e bochecha.
    Moro no RS e aqui não existe o Dye Lazer, mesmo assim fiz várias sessões do lazer usado para varizes e varicozes, mas não adiantou quase nada e eu acordo com meu olho inchado e com dificuldade de enxergar… gostaria de saber se possui o Dye Lazer e faz o tratamento em hemangiomas.

    Muito obrigada!

  5. Olá Dra. Paula,

    Tenho cicatrizes atroficas de acne por toda as costas, peitoral e braço (conforme diagnostico de meu dermato) que me indicou tratamento a laser para as cicatrizes. Tomei roacutan ha + ou- um ano e meio e preciso fazer tratamento a laser para as cicatrizes que realmente me incomodam muito, pois são horriveiis!!! Venho usando vitanol A creme para as costas e rosto todo este tempo.

    Conforme orientação de meu dermatologistas do convenio, fui em clinicas dermatologicas para orçar. Uma delas cobra R$ 4.000,00 por sessão em uma média de 4 sessões do laser co2 fracionado nessas tres regioes, o que e muito pra mim… a Dra. informou que conseguiria retirar tudo e no final ficar uma marquinha ou outra que somente olhando bem de perto daria pra ver.

    Fui em uma 2ª clinica, cuja Dra. informou coisas um pouco diferentes….. difrente do meu dermato, foi dito que eu tenho cicatrizes atróficas, hipertróficas e queloide. (nao sei identificar se tenho quelóides mesmo ou não, mas são feias, um pouco altas, um pouco flácidas principalmente perto do ombro) e não me aconselharam o co2 por “ser muito forte”, sendo a pele das regioes lesadas não tao regenerativa como do rosto e ser mais sensível.. por isso disseram ser necessario somente o laser fracionado + aplicação de nitrogenio liquido + infiltração de corticoide nas “queloides” (conforme classficação dela)… e disse que nao ficaria com a pele em 100% boa novamente e que teria uma melhora de 80% … esta 2ª clinica tem valores bem mais em conta para mim.. sairia o tratamento completo pelo preço de uma unica sessão do co2 fracionado da 1ª clinica mais ou menos… as duas clinicas tem dermatologistas como aplicadores como eles informaram, só que agora nao sei em que confiar e o que fazer e se eu faço um tratamento à toa, ou pior, pioro o quadro?

    Me ajude por favor Dra….

    • lucas,
      difícil opiniar sem te examinar, mas, o mais comum é as pessoas terem mais de um tipo de cicatriz e o tratamento geralmente requer varias sessões, e tratamentos diferentes e complementares para cada cicatriz, também´acho que dependendo da quantidade e das cicatrizes pode ser que não fique 100%.

  6. Olá,dra, tenho marcas de pontos cirurgicos no rosto (7 pontos) e olheiras,será que o laser de co2 fracionado seria o ideal pra tratar ? (obrigada)

  7. Dra. Paula,
    os vasinhos da perna, pode ser feito a laser com bons resultados?
    fiz com agulha, mas não deu resultado.

    aguardo

    Neusa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s