Arquivo da tag: dra paula penna

Manchas Vermelhas na Pele

Manchas Vermelhas na Pele

Dra Paula Penna, médica dermatologista formada pela UNIFESP, escreve sobre manchas vermelhas na pele. Para marcar uma consulta ligue para 11 3285-1108.

Manchas vermelhas na pele: o que pode ser?

Algumas doenças de pele podem se manifestar e causar manchas  vermelhas na pele. As manchas na pele podem afetar o rosto, todo o corpo, couro cabeludo, braços e pernas, abdome e tronco.

Manchas vermelhas na pele: Quando pode ser cancer de pele?

Manchas vermelhas na pele podem ser cancer de pele, como o carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular. Suspeita-se que uma mancha avermelhada na pele pode ser cancer de pele quando ela sangra ou aumenta de tamanho, geralmente não coçam. Locais mais frequentes são as áreas expostas ao sol como rosto, nariz, orelha.

Existem manchas vermelhas na pele que se combinam com outros tipos de lesão, como na acne (espinhas), rosacea, queimadura de sol, e psoríase.

Manchas vermelhas podem ser petéquias, que são pequenas manchas, pintas avermelhadas ocasionadas pela hemorragia de pequenos vasos, pode ocorrer em doenças infecciosas e imunológicas.

Manchas vermelhas podem ser infecciosas, de doenças causadas por vírus (sarampo, rubéola, escarlatina), chamadas de doenças exantemáticas, comum nas crianças.

Manchas vermelhas pelo corpo todo podem ser sinal de alergias, tanto alergia a medicamentos (antiinflamatórios, antibióticos) como a alimentos (corantes, frutos do mar, amendoim e castanhas).

Mancha vermelha por todo o rosto

O rosto pode ficar vermelho como um sinal de queimadura ao sol, de alergia, ou até mesmo de uma reação comportamental, como no rubor facial.

Nevo rubi

Nevos rubis são lesões de pele benignas, pequenas, como uma pinta vermelha, que podem aparecer no rosto, no tórax, abdome, pernas e braços. São causadas por dilatações de pequenos vasos periféricos, tipo hemangioma.

Este texto não habilita qualquer pessoa ao diagnóstico correto da doença de pele. Procure um dermatologista! Para marcar consulta com a Dra Paula Penna, CRM-SP 87393, ligue para 3285-1108.

Palavras-chave: doenças de pele, mancha na pele, mancha de pele, mancha no corpo, manchas no corpo, manchas na pele, manchas de pele, mancha de pele, manchas vermelhas na pele, mancha vermelha na pele, manchas no rosto, manchas vermelhas coceira, manchas vermelhas que coçam, manchas na pele que coçam, sintomas de cancer de pele, cancer de pele, pintas vermelhas, pintas na pele, pintas vermelhas na pele

Transpiração Excessiva nas Axilas, Hiperidrose axilar

Tratamento da Hiperidrose Axilar com Toxina Botulínica.

Assista ao vídeo explicando o tratamento da sudorese excessiva com a aplicaçnao da toxina botulínica, o botox.

tratamento hiperidrose axilar

tratamento hiperidrose axilar

Continuar lendo

Genoterapia: tratamento para melanoma

Tratamento para melanoma

Tratamento para melanoma

Genoterapia  para melanoma

Dra Paula Penna, médica dermatologista escreve sobre tratamento de melanoma com o conceito da genoterapia.

Genoterapia é uma nova modalidade de tratamento para os tumores onde a terapêutica é voltada para o genótipo do tumor, mais do que para o tipo de tumor. A idéia é que o cancêr está ligado à um gene, o oncogene, e se conseguirmos destruir este oncogene, consegue-se barrar a multiplicação da célula tumoral, do câncer, do melanoma maligno. No caso dos melanomas, o BRAF, é considerado o gene mais comumente mutado. São as mutações que levam a formação dos tumores. Metade dos melanomas tem mutação do BRAF. Uma nova droga, ainda em fase inicial de estudos, seletivamente destrói o BRAF com mutação. Pacientes que não tem a mutação do BRAF não respondem a essas drogas. Portanto vamos poder escolher a terapia baseado no genótipo, na genética do tumor, do melanoma. Pacientes com  mutação do NRA, que é outra mutação que ocorre em 20% dos melanomas, podem piorar se submetidas a esse medicamento.  Continuar lendo

Dra Paula fala no canal R7, chocolate e pele

Dra Paula dermatologista no R7

Dra Paula dermatologista no R7

Dra Paula fala no canal R7, chocolate e pele. Chocolate puro não hidrata a
pele e os cabelos, diz dermatologista

Está pensando em aproveitar a Páscoa para se embelezar? Então é melhor ir com calma.

Nadia Heisler, do R7

Os produtos que levam chocolate e cacau na formulação não são novidades no mercado e têm seus benefícios do ponto de vista estético, pois conseguem aliar as utilidades do alimento a outras propriedades cosméticas hidratantes, às vezes também naturais. 

Porém, com a chegada da Páscoa, muita gente aproveita para hidratar o corpo e os cabelos com o chocolate puro. Será que é uma boa ideia? De acordo com a dermatologista Paula Penna, talvez não. Continuar lendo

Dicas para cuidar da região dos olhos

Como cuidar da região dos olhos
região dos olhos

região dos olhos

Dra Paula Penna, médica dermatologista, escreve sobre como cuidar bem da pele na região dos olhos.
A região dos olhos tende a envelhecer mais rapidamente do que o resto da face, por ser a pele mais fina do nosso corpo, tem mais tendência a flacidez.
Devemos usar cremes específicos para esta área, que são cremes mais hidratantes, com maior poder de hidratação, que usados no resto do rosto podem dar espinhas, acne, ou deixar a pele muito oleosa. Para esta região procuramos usar ativos contra a flacidez, como o argireline, raffermine, dmae.

Esclerose de Varizes ou Laser?

Esclerose de Varizes ou Laser?

Dra Paula Penna escreve sobre tratamento de varizes. Novidades do Congresso Americano de Dermatologia.

Muito se discute sobre qual o melhor tratamento para varizes nas pernas, veias varicosas, que tanto incomodam a estética e aparência das pernas. A tendência da dermatologia de sempre trazer novos equipamentos para tratar os problemas de pele, nem sempre convence nos resultados clínicos.

No Congresso Americano de Dermatologia que acontece em Miami, Flórida, debate-se sobre a eficácia da esclerose de varizes com substâncias esclerosantes como a glicose hipertônica, que é mais custo eficaz que os procedimentos realizados com Laser.

A injeção para esclerose de veias ainda é um método de primeira escolha em veias varicosas de grau leve a moderado.

Para dúvidas, comentários, escreva-nos no espaço abaixo.

Como prevenir as varizes

Como prevenir varizes

ways to prevent VaricesAcompanhe aqui as dicas para prevenir varizes nas pernas

1. Evite usar sapatos de salto alto
O desgaste de sapatos de salto alto, por um longo tempo fará com que seus pés fiquem tensos. Se você é obrigado a usá-las, não faça por muito tempo. Logo depois que você terminar seu compromisso, você pode mudar para sapatos ou sandálias.

2. Não vestir roupas íntimas ou acessórios muito apertados
Roupas íntimas  e acessórios, como o sutiã, cintos, meias, não devem ser muito apertados. Caso contrário, eles vão restringir a circulação sanguínea e pode levar a varizes.

3. Fazer alongamentos, tanto quanto possível
Você precisa fazer alguns alongamentos, pelo menos na parte da manhã depois de acordar. Se seu trabalho exige que você se sente quase o dia inteiro, então você pode fazer alguns alongamentos, movendo os pés em círculos no sentido horário e no sentido inverso. Você também pode mover os dedos de uma vez por algum tempo para fazer as articulações relaxarem.

Continuar lendo

Acompanhem as novidades do AAD Meeting em Miami, 2010

dermatologia congressoAAD-American Academy of Dermatology Annual Meeting 2010.

Acompanhe as novodades do 68o Meeting da Academia Americana de Dermatologia, a ser realizado em Miami, de 5 a 9 de Março de 2010.
Dra Paula Penna estará postando diariamente as novidades do congresso.
Acompanhe, assine o feed, comente as notícias

Cancer de Pele

Câncer de Pele

Leia aqui o artigo escrito pela Dra Paula Penna, dermatologista. Aprenda a se previnir do cancer de pele, reconhecer sinais de alerta, saiba as formas de tratamento do cancer de pele Continuar lendo

Quando uma pinta pode ser cancer de pele

Quando uma pinta pode ser cancer de pele

Toda “pinta” apresenta a possibilidade de transformação em um câncer da pele. Esta transformação porém só ocorre em poucos casos. Devemos mesmo assim esta. Pela sua localização as lesões se situam em local de fácil acesso (a pele), o que permite a sua retirada, quando necessária, evitando a progressão da doença.

É exatamente por estes motivos que algumas “pintas” ou sinais devem ser retirados, mas não todos. Devem ser removidas apenas as lesões que justifiquem a remoção, evitando cirurgias desnecessárias e as cicatrizes resultantes.

Como saber quando uma pinta pode ser um cancer de pele.

Todas as “pintas” que sofram modificações (crescimento ou mudança de cor) num curto período de tempo (semanas ou meses);

Toas as pintas que coçam, ardem ou doem,

Sinais escuros nas plantas dos pés, palmas das mãos, couro cabeludo, dentro da boca ou nas mucosas dos genitais;

Todas as “pintas” que sangram.

Sinais de nascença são tão ou mais perigosos que aqueles que surgem na juventude e podem ser retirados sempre que o resultado estético for vantajoso. O dermatologista é o profissional qualificado para avaliar se uma lesão realmente deve ou não ser removida. Entretanto, a experiência diz que quando uma pessoa “cisma” com uma “pinta”, vale a pena retirá-la.

É bom ressaltar que as “pintas” ou sinais a que estamos nos referindo são as lesões denominadas nevos melanocíticos. Várias outras lesões que surgem na pele podem ser semelhantes aos nevos melanocíticos, mas apenas estes devem ser removidos de acordo com as orientações acima.

Para mais esclarecimentos escreva um comentário ao final do post que a Dra Paula Penna responderá em breve.

Para marcar uma consulta com a Dra Paula Penna, médica dermatologista, ligue para 11 3285-1108