Arquivo da tag: dermatologia

As lesões comuns na pele

Aqui voce encontrará um guia das lesões dermatológicas mais comuns

Eczema

Atopic eczema blotchy red rash on chest and neck

O eczema atópico, também conhecido como dermatite atópica, é a forma mais comum de eczema e deixa sua pele com coceira, pele vermelha, pele seca e pele rachada.

É um problema crônico para a maioria das pessoas, embora possa melhorar com o tempo, principalmente em crianças, que geralmente crescem com isso.

Pode afetar qualquer parte do corpo, mas afeta mais comumente: as costas ou frentes dos joelhos, fora ou dentro dos cotovelos, ao redor do pescoço, mãos, bochechas ou couro cabeludo.
O tratamento, que inclui o uso de hidratantes e cremes com esteróides, pode ajudar a aliviar os sintomas.

Herpes Labial

A cold sore on a top lip

Herpes labial são pequenas bolhas que se desenvolvem nos lábios ou ao redor da boca, causadas pelo vírus do herpes simplex.

Eles geralmente começam com uma sensação de formigamento, coceira ou queimação ao redor da boca. Pequenas feridas cheias de líquido aparecem, geralmente nas bordas do lábio inferior. O herpes labial geralmente desaparece sem tratamento dentro de 7 a 10 dias, mas cremes antivirais estão disponíveis nas farmácias, porém com eficácia reduzida.

Urticaria

Urticaria raised bumps on skin

A urticária, também conhecida como vergão, é uma erupção cutânea associada a coceira. Pode aparecer em uma parte do corpo ou espalhar-se por grandes áreas. Em muitos casos, você não precisa de nenhum tratamento porque a erupção cutânea melhora em alguns dias. Se a coceira for desconfortável, remédios anti-histamínicos podem ajudar. Consulte um médico se seus sintomas não desaparecerem dentro de 48 horas.

 

Impetigo

Light brown impetigo blisters between mouth and nose

O impetigo é uma infecção cutânea muito contagiosa que causa feridas e bolhas.

Existem 2 tipos:

impetigo não bolhoso – geralmente afeta o nariz e a boca
impetigo bolhoso – geralmente afeta o tronco

É mais comum em crianças, mas pode afetar qualquer pessoa.

É provável que a infecção se resolva dentro de 3 semanas sem tratamento, mas é uma boa ideia consultar um dermatologista para um diagnóstico, pois os sintomas são semelhantes a outras condições mais graves.

Coceira / Prurido

Coceira ou Prurido podem afetar qualquer área do corpo. um comichão leve e de curta duração é comum, mas às vezes pode ser grave e difícil de conviver.

Há coisas que você pode fazer que podem ajudar, incluindo:

dando tapinhas ou tocando na área coceira, em vez de coçar
resfriando a área com uma compressa fria, como uma flanela úmida
tomar banho ou tomar banho em água fria ou morna
usando produtos de higiene pessoal não perfumados
evitando roupas que irritam a pele, como lã ou tecidos artificiais
usando um hidratante se a pele estiver seca ou escamosa

Creme anti-histamínico e esteróide pode ajudar a aliviar a coceira causada por certas condições da pele.

 

Psoriase

Elbow with a flaky red patch of psoriasis on the skin

Psoríase

A psoríase geralmente causa manchas escamosas na pele, cobertas por escamas de prata.

A psoriase pode cursar com manchas no cotovelo, mancha no joelho e região lombar e podem causar coceira ou dor.

Para algumas pessoas, a psoríase é apenas uma pequena irritação na pele, mas para outras, pode ter um grande impacto em sua qualidade de vida.

Pessoas com psoríase geralmente têm períodos em que não apresentam sintomas leves ou leves, seguidos de períodos em que os sintomas são mais graves.

Procure um especialista em pele chamado dermatologista para o tratamento correto da psoríase

Embora não haja cura para a psoríase, os tratamentos podem melhorar seus sintomas.

Eles incluem:

cremes e pomadas
tratamento com luz (fototerapia)
medicamentos tomados por via oral ou injeção

 

Micose

A circular red ringworm rash on a patch of skin

Micose é uma infecção fúngica contagiosa que normalmente aparece nos braços e pernas, embora possa aparecer em quase qualquer parte do corpo.

Causa uma erupção escamosa vermelha ou prateada na forma de um anel.

Qualquer pessoa pode ter micose, mas é mais comum em crianças.

Você pode tratar a micose com cremes, pós ou comprimidos antifúngicos, disponíveis sem receita em uma farmácia.

Pode ser necessário consultar um dermatologista se não tiver certeza de que é micose ou se a infecção não desaparecer após o uso de um tratamento por 2 semanas.

 

Sarna / Escabiose

An arm with a red rash of small scabies spots

Sarna

A sarna ou escabiose é uma condição contagiosa da pele causada por pequenos ácaros que se enterram na pele.

Os principais sintomas são coceira intensa que piora à noite e uma erupção de pequenas manchas vermelhas.

Consulte um médico se você acha que tem sarna. Geralmente não é sério, mas é necessário tratamento, normalmente um creme ou loção para matar os ácaros da sarna.

 

Vitiligo

A hand with vitiligo patches of pale skin on the fingers and back of the hand

Vitiligo

O vitiligo causa manchas brancas pálidas na pele que variam em tamanho e podem ocorrer em qualquer lugar.

Eles são mais visíveis em áreas expostas à luz solar, como o rosto e as mãos, e na pele escura ou bronzeada. O vitiligo no couro cabeludo pode deixar seu cabelo branco.

Vitiligo é uma condição a longo prazo. Não é contagioso. Você deve consultar um dermatologista se suspeitar de vitiligo.

O tratamento visa melhorar a aparência da sua pele e inclui:

disfarçando os remendos disguising the patches com cremes coloridos
cremes esteróides
tratamento com luz (fototerapia)

Verrugas

A small, pale lump on skin (a wart)

Verrugas são pequenos nódulos que podem aparecer em qualquer lugar, mas geralmente afetam as mãos e os pés. Popularmente se conhece como berruga. A maioria das verrugas é inofensiva e desaparece sem tratamento, mas você pode decidir tratar sua verruga se estiver dolorida ou se estiver causando desconforto ou vergonha.

Os tratamentos incluem: ácido salicílico, congelamento da verruga (crioterapia), fita adesiva, tratamentos químicos. Procure um dermatologista!

Marque uma consulta na plataforma Dermatovirtual, a primeira plataforma especializada em dermatologia, doenças de pele da America Latina.

 

Tratamentos para Acne (espinha): cuidados necessários para não piorar

Tratamentos para Acne (espinha): cuidados necessários para não piorar, o que não fazer!

Existem vários tratamentos para acne. Acne é o termo médico, que os dermartologistas usam para designar as espinhas. Não se deve achar que acne é coisa da idade, que passa com o tempo, que não é uma doença, pois o impacto na qualidade de vida de quem sofre é enorme!

O tratamento para acne deve ser iniciado o quanto antes, pois as consequências como marcas, manchas, cicatrizes da acne serão minimizadas. A cura da acne, ou seu controle adequado pode ser atingido através de tratamentos locais, nas formas de acne leves. Diversos produtos para acne existem no mercado, isolados ou combinados, na forma de pomadas para acne, sabonetes para acne, creme para acne com compostos como oácido salicílico, peróxido de benzoíla, retinoides (tretinoína, adapaleno), antibióticos (clindamicina e eritromicina, de preferência associados – no mesmo produto – aos retinoides ou peróxido de benzoíla) e ácido azeláico.

ATENÇÃO! Não se auto-medique, procure um dermatologista para tratar a sua acne! marque uma consulta virtual acessando a plataforma dermatovirtual

Importante: quem tem acne não deve, em nenhuma hipótese, manipular (“cutucar, espremer”) as lesões, pois isso pode levar à infecção, inflamação e cicatrizes.

Quando saber se a lesão na pele é um cravo ou uma espinha? Em geral as lesões não inflamadas são conhecidas como cravos, e as que estão inflamadas, com inchaço na pele associado, nódulo na pele, ou um cisto na pele, podendo também cursar com dor no local. As espinhas quando graves podem gerar lesões que acabam gerando marcas na pele, cicatrizes na pele, que são as consequências mais temidas das acnes, espinhas.

Quando o tratamento da acne localmente não funciona ou a acne não é leve,  o tratamento por via oral é associado, utilizando-se antibióticos específicos, da classe das ciclinas (tetraciclina, doxiciclina, minociclina, limeciclina) ou macrolídios (eritromicina) ou sulfas (sulfametoxazol-trimetoprim), sempre associados ao tratamento local com retinoides ou peróxido de benzoíla ou ácido azeláico. O tratamento com antibiótico oral deve ser feito por, no máximo, três meses, em um ou até três ciclos.

Em casos específicos, o tratamento da acne pode ser feito com anticoncepcionais, ou com isotretinoina (roacutan). Existem procedimentos complementares usados que ajudam no controle da acne tais como: extração de “cravos”, drenagem de abscessos, infiltrações peelings químicos, microdermoabrasão, alguns tipos de laser, luzes e esfoliações químicas.

A limpeza de pele, quando bem indicada pelo dermatologista, e bem executada por esteticista treinado, pode ser um ótimo complemento do tratamento de algumas formas de acne. A Sociedade Brasileira de Dermatologia alerta: “Uma limpeza de pele feita por leigos pode ser considerada forma de tratamento”.

Leia mais outros posts sobre ACNE, ESPINHAS, CRAVOS

Acne, espinha, cravos, espinha interna: saiba o que são e como se livrar delas!

O que é espinha interna?

Os lugares mais incômodos onde espinhas (acne) podem aparecer : Acne no rosto, acne no nariz, acne na vagina

Tratamentos naturais para espinhas (acne): o que funciona o que não funciona.

Tratamentos caseiros, pasta de dente, elixir de inhame

Como secar espinhas (acne)

A Acne do bebe. Acne neonatal

Conheça os graus da acne (espinha)

Cicatrizes e marcas da acne (espinhas)

Que médico devo procurar para tratar acne, espinhas

Famosos que tem acne, espinhas

Tratamentos para Acne (espinha): cuidados necessários para não piorar, o que não fazer

Artigos Científicos sobre Teledermatologia: Pandemia do COVID-19

Artigos Científicos sobre Teledermatologia

Muitas pesquisas já comprovam a efetividade da telemedicina aplicada à resolução dos problemas de pele. A teledermatologia é uma ferramenta utilizada em vários países, com excelente efetividade.

Uma pesquisa na base de dados pubmed, repositório de artigos científicos em medicina, mostra na data de hoje 766 artigos sobre o tema “teledermatology” (teledermatologia).

Separamos alguns artigos de relevância, de acesso aberto, para os que se interessam em se aprofundar no tema.

Um artigo de destaque, muito importante nos dias atuais, fala da importância da teledermatologia nos tempos de covid-19 para a educação dos residentes.

Optimizing Teledermatology Visits for Dermatology Resident Education During the COVID-19 Pandemic.

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7146655/

 

 

Dermatologia Virtual: Telemedicina é ferramenta utilizada em todo o mundo

Dermatologia Virtual: Telemedicina é ferramenta utilizada em todo o mundo.

Com a pandemia do covid-19, e a necessidade de confinamento de todos, o atendimento médico por especialistas em doenças de pele, os dermatologistas, teve que se abrir para uma realidade ja vivida em todo o mundo: o uso da telemedicina.

Chamada de teledermatologia, seu uso já consagrado nos Estados Unidos, Europa, Asia, habilita o atendimento por consulta à distância de vários problemas de pele, cabelo e unhas, tais como acne, cancer de pele (melanoma, carcinoma basocelular, espinocelular), eczema, dermatites, molusco, rosácea, psoríase, vitiligo, entre várias outras.

A Dermatovirtual é a primeira plataforma de teledermatologia no Brasil, para mais informações acesse dermatovirtual.com.br

 

Manchas Vermelhas na Pele

Manchas Vermelhas na Pele

Dra Paula Penna, médica dermatologista formada pela UNIFESP, escreve sobre manchas vermelhas na pele. Para marcar uma consulta ligue para 11 3285-1108.

Manchas vermelhas na pele: o que pode ser?

Algumas doenças de pele podem se manifestar e causar manchas  vermelhas na pele. As manchas na pele podem afetar o rosto, todo o corpo, couro cabeludo, braços e pernas, abdome e tronco.

Manchas vermelhas na pele: Quando pode ser cancer de pele?

Manchas vermelhas na pele podem ser cancer de pele, como o carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular. Suspeita-se que uma mancha avermelhada na pele pode ser cancer de pele quando ela sangra ou aumenta de tamanho, geralmente não coçam. Locais mais frequentes são as áreas expostas ao sol como rosto, nariz, orelha.

Existem manchas vermelhas na pele que se combinam com outros tipos de lesão, como na acne (espinhas), rosacea, queimadura de sol, e psoríase.

Manchas vermelhas podem ser petéquias, que são pequenas manchas, pintas avermelhadas ocasionadas pela hemorragia de pequenos vasos, pode ocorrer em doenças infecciosas e imunológicas.

Manchas vermelhas podem ser infecciosas, de doenças causadas por vírus (sarampo, rubéola, escarlatina), chamadas de doenças exantemáticas, comum nas crianças.

Manchas vermelhas pelo corpo todo podem ser sinal de alergias, tanto alergia a medicamentos (antiinflamatórios, antibióticos) como a alimentos (corantes, frutos do mar, amendoim e castanhas).

Mancha vermelha por todo o rosto

O rosto pode ficar vermelho como um sinal de queimadura ao sol, de alergia, ou até mesmo de uma reação comportamental, como no rubor facial.

Nevo rubi

Nevos rubis são lesões de pele benignas, pequenas, como uma pinta vermelha, que podem aparecer no rosto, no tórax, abdome, pernas e braços. São causadas por dilatações de pequenos vasos periféricos, tipo hemangioma.

Este texto não habilita qualquer pessoa ao diagnóstico correto da doença de pele. Procure um dermatologista! Para marcar consulta com a Dra Paula Penna, CRM-SP 87393, ligue para 3285-1108.

Palavras-chave: doenças de pele, mancha na pele, mancha de pele, mancha no corpo, manchas no corpo, manchas na pele, manchas de pele, mancha de pele, manchas vermelhas na pele, mancha vermelha na pele, manchas no rosto, manchas vermelhas coceira, manchas vermelhas que coçam, manchas na pele que coçam, sintomas de cancer de pele, cancer de pele, pintas vermelhas, pintas na pele, pintas vermelhas na pele

Transpiração Excessiva nas Axilas, Hiperidrose axilar

Tratamento da Hiperidrose Axilar com Toxina Botulínica.

Assista ao vídeo explicando o tratamento da sudorese excessiva com a aplicaçnao da toxina botulínica, o botox.

tratamento hiperidrose axilar

tratamento hiperidrose axilar

Continuar lendo

Azitromicina, uma promessa no tratamento da psoríase

Azitromicina, uma promessa no tratamento da psoríase

Dra Paula Penna comenta artigo sobre tratamento da psoríase

A azitromicina, uma antibiótico, produz uma resposta duradoura no tratamento da psoríase, conforme publicação na Revista Européia de Dermatologia, European Journal of Dermatology, 20(3), 329-33). Num estrudo controlado, com duração de 48 semanas, 80%dos pacientes tratados com azitromicina oral alcançaram uma melhora significante. No final das 52 semanas de acompanhamento, 20% dos pacientes tiveram recorência. No geral o tratamento foi bem tolerado.

No total, 30 pacientes receberam o tratamento, com azitromicina 500mg ao dia por 4 dias com intervalo de 10 dias entre os pulsos. O tratamento é superior ao placebo. 60% dos pacientes tiveram resultado excelente e 20% tiveram uma boa melhora. 17% dos pacientes tratados tiveram uma exarcebação no início do tratamento.

O mecanismo pelo qual o antibiótico azitromicina pode funcionar no tratamento da psoríase é provavelmente pela sua ação anti-inflamatória.


Dicas para cuidar da região dos olhos

Como cuidar da região dos olhos
região dos olhos

região dos olhos

Dra Paula Penna, médica dermatologista, escreve sobre como cuidar bem da pele na região dos olhos.
A região dos olhos tende a envelhecer mais rapidamente do que o resto da face, por ser a pele mais fina do nosso corpo, tem mais tendência a flacidez.
Devemos usar cremes específicos para esta área, que são cremes mais hidratantes, com maior poder de hidratação, que usados no resto do rosto podem dar espinhas, acne, ou deixar a pele muito oleosa. Para esta região procuramos usar ativos contra a flacidez, como o argireline, raffermine, dmae.

Como prevenir as varizes

Como prevenir varizes

ways to prevent VaricesAcompanhe aqui as dicas para prevenir varizes nas pernas

1. Evite usar sapatos de salto alto
O desgaste de sapatos de salto alto, por um longo tempo fará com que seus pés fiquem tensos. Se você é obrigado a usá-las, não faça por muito tempo. Logo depois que você terminar seu compromisso, você pode mudar para sapatos ou sandálias.

2. Não vestir roupas íntimas ou acessórios muito apertados
Roupas íntimas  e acessórios, como o sutiã, cintos, meias, não devem ser muito apertados. Caso contrário, eles vão restringir a circulação sanguínea e pode levar a varizes.

3. Fazer alongamentos, tanto quanto possível
Você precisa fazer alguns alongamentos, pelo menos na parte da manhã depois de acordar. Se seu trabalho exige que você se sente quase o dia inteiro, então você pode fazer alguns alongamentos, movendo os pés em círculos no sentido horário e no sentido inverso. Você também pode mover os dedos de uma vez por algum tempo para fazer as articulações relaxarem.

Continuar lendo

Acompanhem as novidades do AAD Meeting em Miami, 2010

dermatologia congressoAAD-American Academy of Dermatology Annual Meeting 2010.

Acompanhe as novodades do 68o Meeting da Academia Americana de Dermatologia, a ser realizado em Miami, de 5 a 9 de Março de 2010.
Dra Paula Penna estará postando diariamente as novidades do congresso.
Acompanhe, assine o feed, comente as notícias